Como os santos podem ajudar na nossa espiritualidade

Que grande consolo é saber que uma infinidade de santos intercede por nós, aqueles que viveram e morreram na amizade e profunda intimidade com Deus e que, agora, no céu, gozam da plenitude da graça divina. Sendo assim, sempre nos serão muito proveitosas as preces e intercessões daqueles que já estão no paraíso. Sim, os santos podem ajudar na nossa espiritualidade. Como dizia Santa Teresinha do Menino Jesus: “Vou passar o meu céu fazendo o bem na terra”, e Padre Pio: “Ficarei na porta do paraíso até o último dos meus filhos entrar”. Imaginem sermos recebidos no céu por nossos santos de devoção!

Conhecer a vida dos santos nos encoraja e nos mostra exemplos concretos de como estarmos mais perto de Deus e no caminho certo para alcançarmos a glória eterna, e como exortava Santo Antônio de Pádua “mais que falar da vida dos santos devemos imitar as suas ações”.

Todo batizado é chamado à santidade, como está escrito na primeira carta de São Pedro: “Como é Santo aquele que vos chamou, sede também vós santos, porque Eu sou Santo” (1Pd 1,15), se a própria palavra de Deus nos ordena à busca e a vivência da santidade, é também porque Deus nos capacita para alcançá-la, ou seja, é uma realidade acessível − a santidade é para mim e para você. Santa Faustina, é um grande exemplo de como responder a esse chamado, porque em toda a sua vida correspondeu ao que Deus esperava dela.

Nossos irmãos da Igreja Triunfante são modelos de virtudes, que nos ensinam a verdadeira fé, nos fortalecendo para viver como filhos remidos e muito amados de Deus, e, de forma muito singela e prática, nos mostram um caminho para enfrentarmos com coragem e alegria as diversas situações de nossas vidas, a demonstração clara de confiança total e amor
aos desígnios de Deus. Conhecer a vida dos santos nos dá inspiração e coragem, gera em nós uma inquietude e nos arranca do comodismo, do egoísmo e, sobretudo, do pecado que nos conduz a morte, suas vivências são exemplos de como nos aproximar de Deus em cada momento da vida.

O que podemos aprender com os santos

Apresento aqui somente alguns exemplos, pois há tantos santos e cada um deles pode nos ensinar tantas lições que certamente criaríamos uma lista infindável. Então, vejamos o que podemos aprender com alguns deles:

São Padre Pio

Padre Pio: este santo sacerdote, que possuía estigmas, ou seja, trazia as marcas da paixão de Nosso Senhor durante 50 anos nas mãos, nos pés e no lado, que causavam dores fortíssimas, nos ensina o zelo e o fervor na santa Missa. Padre Pio celebrava com indescritível devoção o mistério da santa Missa mesmo já estando bastante debilitado.

São Francisco de Assis:  a partir do seu testemunho de vida nos orienta a viver o verdadeiro amor a Deus, ao próximo e a natureza. Era chamado “irmão de Assis”, pois, não se sentia digno de se tornar sacerdote. Ele permaneceu como irmão religioso.

São Luís e Santa Zélia Martim: aprendemos com os pais de Santa Teresinha a santidade na vivência familiar. Tiveram 9 filhos, 4 morreram. O santo casal nos ensina como é possível em Cristo superar a dor da perda daquele que amamos. São Luís ficou viúvo e com 5 filhas. Sozinho se dedicou a educação cristã delas, todas se tornaram religiosas. Que exemplo de virtude!

 São Francisco de Sales: com seu próprio testemunho nos indica que é possível controlar nosso jeito de ser. Com temperamento muito forte, através da oração, se esforçando a cada dia para dominar a si mesmo, com tempo se tornou mestre da espiritualidade, homem de profunda serenidade e paciência.

São João Maria Vianney: podemos aprender a amar o Sacerdócio. Ele certa vez disse que se Deus por um momento nos permitisse mergulhar no mistério do sacerdote morreríamos de amor.

São Leopoldo Mandic

 São Leopoldo Mandic: aprendemos a vivenciar com maior dignidade e contrição o amor ao sacramento da penitência, dedicou toda a sua vida no confessionário.

 Bem-Aventurada Helena Guerra: através dela mergulhamos profundamente na terceira Pessoa da Santíssima Trindade, a intimidade e o conhecimento do Espírito Santo.

Pastorinhos de Fátima: com Santa Jacinta Marto e São Francisco Marto, além da Serva de Deus Irmã Lúcia de Jesus, percebemos o amor e a necessidade de rezar o Santo Terço todos os dias de nossa vida.

 São Jerônimo: este santo nos apresenta a importância do amor e do conhecimento da palavra de Deus, pois dedicou toda a sua vida ao estudo e a tradução das Sagradas Escrituras.

 Bem-Aventurado Alberto Marveli: nos mostra como viver a juventude em santidade envolvido com a sociedade e até mesmo com a política.

São Luis Montfort

 Santa Gianna Bereta Mola e São José Moscatisantos, leigos e médicos, que nos ensinam como é possível santificar a nossa profissão, ser santificado por ela e santificar os outros por meio dela.

 São Luís Maria Grignion de Montfort: nos deixou um valioso método de consagração a Jesus Cristo pelas mãos da Virgem Maria.

Temos também muitos santos missionários que nos mostram a sede de levar Jesus a todos os povos, como fez Santo Inácio de Loyola e São Francisco Xavier.

Pela intercessão da Bem-Aventurada Virgem Maria Mãe de Deus e nossa, auxiliados por uma infinidade de modelos de santidade, sigamos com fervor a nossa meta que é o céu, trazendo sempre em nosso coração a frase de Santo Agostinho “se muitos o conseguiram, eu também conseguirei”.

 

 

por: Fabio Dantas Butture, Casa Pró-Vida Mãe Imaculada

 

Sabedoria dos Santos
SABEDORIA DOS SANTOS: Este livro é uma coletânea de frases para inspirar sua espiritualidade. Aqui você encontra o que precisa nas palavras de São João Bosco, São João Paulo II, Santa Teresinha, São Padre Pio, Santo Inácio de Loyola, Santo Estanislau Papczynski, Santa Faustina, entre outros. 

Loja Santuário

O Diário de Santa Faustina

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*