Festividade de São Francisco de Assis

A Igreja celebra São Francisco de Assis todo dia 4 de outubro. Trata-se de um dos santos mais conhecidos no mundo, tanto no mundo da fé quanto no mundo não confessional, e cuja vida e obras marcaram a história de muitos fiéis.

Nos Escritos de São Francisco, há um diálogo entre Frei Francisco e Frei Masseo conservado nos Fioretti (n. 10). Masseo quer saber os motivos pelos quais todo mundo andava atrás de Francisco. “Por que a ti, Frei Francisco”? Frei Masseo percebeu que, apesar de não ser belo, nem letrado, nem poderoso, mas pobrezinho e desprezível, Francisco atraía tanta gente atrás de si.

Em mais de 800 anos, foi sempre assim. Hoje, seu nome se destaca por ser o que o Papa atual escolheu para o seu Pontificado.

Segundo Jacques Le Goff, a história de São Francisco e seu grande movimento, é ainda, enquanto a fome, a miséria e a opressão não forem vencidas, um lição de plena atualidade.

São Francisco é uma resposta aos anseios mais profundos do ser humano, como paz, amor, caridade, misericórdia, simplicidade, fraternidade, tão carentes em nossos dias.

“Ó Francisco de Assis, intercede pela paz de nossos corações”. Esta é a oração que o Papa Francisco depositou virtualmente na Cripta de São Francisco de Assis durante sua visita a Assis em 2013.

Para a Igreja, para o Papa e para a humanidade, São Francisco tornou-se inspiração daqueles valores mais essenciais do Evangelho. Por isso, sua mensagem atravessou os séculos, e continua a despertar no coração da humanidade aquilo que de melhor ela pode realizar.

São Francisco de Assis, o reformador pela paz e pela simplicidade, já caminha com o Papa para fincar os novos pilares da Igreja.

Este dia 4 de outubro, será especial para a Igreja, para a Ordem Franciscana e e para a Família Franciscana.

A oração litúrgica da solenidade resume assim o significado perene de São Francisco:

“Ó Deus, que fizestes o seráfico Pai São Francisco

assemelhar-se ao Cristo por uma vida de humildade e pobreza,

concedei que, trilhando o mesmo caminho,

sigamos fielmente o vosso Filho,

unindo-nos convosco na perfeita alegria”

Fonte: Franciscanos.org