Tríduo de Santo Antônio – 2° dia

“Santo Antônio e o Pão”

Reflexão

Santo Antônio, um frei muito religioso e amigo de Jesus, se preocupava bastante com os problemas sociais de seu tempo. Ele, com sua boca de ouro, como refletimos ontem, soube anunciar a todos que a fé só dá frutos quando colocada em prática, transformada em gestos concretos de solidariedade para com o próximo. Foi por isso que Santo Antônio falou certa vez: “Cessem as palavras e falem as obras”.

Para ele, a Igreja de seu tempo tinha que tornar-se pobre, sentir com eles, ser uma comunhão de pobres. Escutando isso, lembram-nos que, ainda hoje, depois de terem se passados tantos séculos, o nosso Papa Francisco, ainda continua a pedir uma “Igreja pobre para os pobres”, uma comunhão de cristãos que acolham a todos.

Santo Antônio, chegou até denunciar que “os que guardam os bens dos pobres e os roubam, serão roubados pelo diabo”. Por isso, até hoje o povo alimenta em si a devoção do pãozinho de Santo Antônio, símbolo de partilha para com todos os irmãos que sofrem. Pão que era partilhado com quem precisava, muitas vezes, o que muitas vezes o fazia tirar às escondidas os pães do convento. O gesto da partilha do pão é apenas um exemplo das coisas maiores que podemos partilhar com quem necessita.

Oração

Ó Santo Antônio, amigo do Menino Deus e amigos dos pobres. Ajudai-nos a partilhar o pão material com nossos vizinhos, com nossos parentes, com os viandantes, e todos os necessitados. Ensinai-nos mais a dar do que receber. Pois, é dando que se recebe. Nosso Santinho, abençoai nossos trabalhos e os de nossos familiares, pois é trabalhando honestamente que conseguiremos repartir o pão que nos pedes para partilhar. Ensina-nos também, a buscarmos hoje e sempre, o Pão da Eucaristia, que é o próprio Menino que levas em teus braços, Jesus Cristo, nosso Senhor. Amém.

Santo Antônio, rogai por nós!

Bênção

Por intercessão de Santo Antônio o Deus Altíssimo nos abençoe, em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém!

Fonte: Fraternidade Franciscana