Um presente de Deus

O sacerdote polonês Bem-Aventurado Estanislau Papczynski, fundador da Congregação dos Padres Marianos da Imaculada Conceição, será canonizado neste domingo, 5 de junho, na Praça São Pedro, no Vaticano. A partir desta data o seu nome religioso será Santo Estanislau de Jesus e Maria.

O Padre Andrzej Pakula, Superior Geral da congregação fundada pelo beato, disse que a rápida canonização será “um presente” para eles e para toda a Igreja. “Seu exemplo de total dedicação a Cristo e à Igreja, seguindo o exemplo da Imaculada Mãe de Nosso Senhor, é tão grande que nos atrairá mais a uma vida Santa”, disse.

santo-estanislau5

Beatificado em 2007, o Beato Estanislau foi um prolífico escritor que exortava o mundo a contemplar a misericórdia de Deus e dirigir-se à Maria para pedir sua orientação e cuidados. Além disso, é recordado como um excelente sacerdote que pregou e praticou o amor de Deus aos outros.

Logo depois de viver os estragos da guerra, o Beato foi testemunha de milhares de mortos nos campos de batalha e também de pragas.

Como capelão das tropas polonesas durante a guerra contra Turquia na Ucrânia em 1674, estava profundamente triste ao ver como tanta gente morria sem tempo de preparar-se para seu encontro com Deus.

Além disso, teve visões das almas do Purgatório depois não de pedir orações e fazer penitência. Nesse sentido, oferecer suas vidas pelas almas do Purgatório continua sendo um dos carismas da congregação que fundou em 1673 e que é a primeira ordem de homens dedicada à Imaculada Conceição.

“Este é um homem santo, alguém a quem podemos ir em oração e aprender”, afirmou o irmão Andrew Maczynski, vice-postulador na América do Norte e na Ásia para a Causa de Canonização dos Marianos.

Fonte: Acidigital