Primeiro Grupo de Oração de 2018

O retorno do Grupo de Oração (30/01) reunião mais de 2 mil pessoas e contou com a participação da dupla de sertanejo católico Alvaro e Daniel.

Aproveitando a proximidade da festa de São Brás (03/02) – protetor contra os males garganta, os devotos receberam a bênção da garganta.

Durante a Santa Missa, o Padre Francisco Anchieta, MIC, chamou o casal Vilson e Marelilva Tortato, que estava completando 25 anos de matrimônio para abençoá-los e fazer a renovação dos votos matrimoniais.

Ao final da Santa Missa, o Padre Sandro Souza, MIC, recebeu a devota Amanda Ap. Barros, para testemunhar uma grande graça em sua vida.

Depois de muitas dificuldades e comprometimentos da doença autoimune (Granulomatose de Wegner) que lhe acometeu em 2015, Amanda começou a sua superação. Ao todo foram 6 meses de internamento, nesse tempo 147 dias ela ficou na UTI. Sua irmã, Andreia Barros, testemunhou em dezembro de 2016 que “sempre no dia seguinte do Grupo de Oração, seu boletim médico apresentava melhoras”. Além do Grupo de Oração a família rezava o Terço da Misericórdia e a Novena de Santo Estanislau de Jesus e Maria Papczynski. |Clique aqui para ler o testemunho inteiro|

Nesse primeiro encontro de 2018, Amanda Ap. Barros retornou ao Grupo de Oração para agradecer e mostrar para todos que ali estavam que além dela ter sido desenganada pelos médicos, com relação à sua vida, também foi diagnosticado que nunca poderia ter filhos e naquele momento Amanda estava grávida de 4 meses.

Jesus, eu confio em Vós!

 

Fotos: Fernanda Francisquinho – Pascom.