Carisma

O Senhor instituiu na Igreja a Congregação dos Padres Marianos pelo carisma concedido ao nosso Fundador, Estanislau de Jesus e Maria Papczynski (1631-1701), tendo-a renovado e enriquecido pelo carisma concedido ao nosso Renovador o beato arcebispo Jorge Matulaitis-Matulewicz (1871-1927). Podemos destacar seguintes traços característicos da vocação e espiritualidade marianas

Bondosamente chamados pelo Pai

O início da vida consagrada mariana é o bondoso e amoroso chamado de Deus Pai. Esse chamado, oriundo inteiramente da iniciativa do Pai, é um dom absolutamente gratuito, pessoal e excepcional. Ele nos envolve a tal ponto que não pertencemos mais a nós mesmos, mas a Deus, em Cristo. Respondendo a esse chamado do amor divino, sentimos a necessidade de uma incondicional entrega a Deus para um serviço durante toda a nossa vida, assumindo o compromisso da vida e a busca do perfeito amor trilhando o caminho dos conselhos evangélicos.

Identificados com Cristo

A tarefa básica do mariano é a fiel imitação de Cristo assumindo o mesmo estilo de vida que Ele levou – em pobreza, castidade e obediência ao Pai – em razão do Reino de Deus. Assim, pois, não existe para nós, marianos, um ideal maior do que este: dia a dia procurarmos diligentemente conhecer, amar e imitar cada vez mais a Cristo, sermos imbuídos do seu Espírito e permitir que Ele nos guie, com toda a energia difundir o seu Reino e tê-lo conosco em toda a parte, para podermos um dia repetir com São Paulo: “Eu vivo, mas já não sou eu, pois é Cristo que vive em mim”.

Sob a inspiração do Espírito Santo

Foi o Espírito Santo que moveu os nossos corações para que pudéssemos responder plenamente à voz de Deus que nos chamou para assumirmos o caminho da vida mariano. É Ele que desperta em nós o desejo dessa resposta e guia o seu crescimento, de maneira que possa frutificar e que a sustenta quando no dia-a-dia fielmente a transformamos em ação; é Ele que molda os nossos corações, assemelhando-nos a Cristo e impelindo-nos a fazermos da sua missão a nossa própria missão. Esse mesmo Espírito, sem nos afastar absolutamente dos cuidados e das experiências do resto da humanidade, envia-nos ao serviço dos nossos irmãos e irmãs e nos concede inspiração para assumirmos a nossa missão mariana em resposta às necessidades da Igreja e do mundo.

O mistério da Imaculada Conceição como sinal,
força e alegria da nossa vocação

imaculadaO mistério da Imaculada Conceição de Maria é o sinal característico e a inspiração da nossa vida e da nossa missão evangelizadora. É para nós, sobretudo, um sinal do gratuito dom da salvação, que Maria aceitou e que vivenciou com alegria e amor, glorificando a Deus com gratidão humilde, plenamente com Ele cooperando,
fiel à Sua iniciativa. Da mesma forma que na vida de Maria,
a nossa experiência do salvífico amor de Deus expressa-se numa vida repleta de alegria, amor, gratidão, humildade e glória prestada a Deus. Como marianos, somos chamados para darmos testemunho dessa espécie de vida diante de todos. O dom benevolente e misericordioso do salvífico amor de Deus é para nós uma fonte de anseio e de força, graças aos quais podemos responder à iniciativa divina. Esse dom nos conduz a uma generosa entrega a Cristo e à Sua missão de anunciar a Boa Nova da salvação. Leia mais…

A serviço da Igreja e do mundo

A dimensão eclesial do nosso carisma permanece em estreito contato com o nosso caráter mariano. Maria é a Mãe da Igreja, seu ilustre membro, bem como o modelo da fé, do amor e da perfeita identificação com Cristo. A total entrega a Deus pela profissão religiosa possibilita-nos o aprofundamento do nosso amor no serviço a Deus. Com base nessa consagração somos chamados para semear e cultivar as sementes do Reino nos homens e para difundir esse Reino até os confins da terra. A consagração é igualmente uma fonte de força e de liberdade no nosso serviço à Igreja. Leia mais…

Direcionados escatologicamente

carismaAtravés da vida fraterna em comunidade e do nosso trabalho apostólico, nós nos tornamos sinal do Reino já agora, nesta vida. Animados pela esperança no Cristo Ressuscitado e inspirados por Maria Imaculada, procuramos partilhar com os outros a Boa Nova sobre a salvação, testemunhar o poder do perdão e da reconciliação, ser propagadores da solidariedade e da misericórdia e instrumentos de justiça e paz.

De acordo com o exemplo e a doutrina do nosso Fundador, Bem-aventurado Padre Estanislau de Jesus e Maria, reconhecemos como muito importante a dimensão escatológica da nossa vocação. Esse aspecto do nosso carisma expressa-se, sobretudo, em oferecermos pelas almas que sofrem no purgatório orações intercessoras, santas missas, indulgências, mortificações e atos de caridade, bem como na catequização dos fiéis no âmbito das verdades escatológicas da nossa fé, na divulgação da oração litúrgica e particular pelos falecidos e na assistência proporcionada aos agonizantes. Leia mais…