Hora da Misericórdia no segundo dia do 17º Congresso Nacional

17º Congresso Nacional da Divina Misericórdia

“Fala ao mundo da Minha grande e insondável Misericórdia” (Diário, 164)

 

Conduzida pelo Padre Ednilson de Jesus, MIC, sacerdote da Congregação dos Padres Marianos, a Hora da Misericórdia realizada neste sábado teve como reflexão o número 1320 do Diário, em que Jesus disse para Santa Faustina: “Às três horas da tarde, implora a Minha misericórdia especialmente pelos pecadores e, ao menos por um breve momento, reflete sobre a Minha Paixão, especialmente sobre o abandono em que Me encontrei no momento da agonia. Essa é a Hora da grande misericórdia para o mundo inteiro. Permitirei que penetres na Minha tristeza mortal. Nessa hora nada negarei à alma que Me pedir pela Minha Paixão…”.

O Padre Ednilson conduziu os devotos a abrirem o coração nessa hora, derrame-se diante Dele, pedindo pelas necessidades de cada um e por aqueles conhecidos que estão precisando. “Estamos diante de um Deus que jamais nos trairá, que honra a Sua Palavra, e tem o poder de realizar tudo na vida daqueles que confiam na Sua Misericórdia. Implore por aquelas pessoas que vocês gostaria que estivessem diante do Senhor hoje. Ele prometeu que elas também seriam alcançadas pela nossa confiança. Jesus tudo pode, imploremos!”

Incentivando os fiéis a ser perseverantes na fé, o padre falou que para receber o que nunca se recebeu, é preciso acreditar e confiar, como nunca foi confiado.