Cristãos convertidos do Islã vivem às escondidas na Itália

Eles são obrigados a viver escondidos, para evitar ameaças e retaliações de muçulmanos fanáticos mesmo morando em um país ocidental e com liberdade religiosa. Omar*, engenheiro químico vindo do Egito, que tem 55 anos e trabalha como garçom em uma cidade do centro da Itália, era muçulmano – com uma forte tendência para o fanatismo….

Leia mais [...]