Evangelho do Dia: É preciso que nos tornemos como crianças

Agora você pode acompanhar em nosso portal o Evangelho Meditado. Esta é uma iniciativa das Irmãs de Jesus Misericordioso, que visam evangelizar e auxiliar os cristãos a desenvolverem uma maior familiaridade e intimidade com a Palavra do Senhor.

Não deixe de compartilhar com os seus amigos!

Evangelho Meditado | Sexta-feira 02.10


 

É preciso que nos tornemos como crianças

Nesta sexta-feira, 02 de outubro, a Igreja celebra os Santos Anjos da Guarda, nossos companheiros, presentes de Deus para nos guardar e nos conduzir pelos Seus caminhos.

Você é convidado a refletir hoje o Evangelho de São Mateus 18,1-5.10.

Os discípulos querem saber de Jesus quem é o maior no Reino dos Céus. Então Jesus chamou uma criança, colocou-a no meio deles e disse:

“Em verdade vos digo, se não vos converterdes, e não vos tornardes como crianças, não entrareis no Reino dos Céus. Quem se faz pequeno como esta criança, esse é o maior no Reino dos Céus”.

Foto: iStock

Jesus está explicando sobre a necessidade de conversão. Ele fala para humildes pescadores, pessoas das quais a infância já estava muito longe, e Jesus diz algo completamente diferente do que eles poderiam imaginar.

Geralmente ouvimos que devemos crescer e que temos comportamentos infantis. Mas, Jesus fala para estes homens adultos que eles têm que se tornar como crianças.

Numa grande lição de humildade, Jesus nos mostra que mesmo sendo Deus se tornou um de nós. E nos dá uma condição para entrar no Reino dos Céus: reconhecer a nossa pequenez.

Esta lição de Jesus se torna mais clara para os discípulos quando o Espírito Santo abriu o entendimento deles às palavras de Nosso Senhor.

O centro da nossa vida deve ser o cumprimento da vontade de Deus. Em suas orações hoje apresente os seus planos a Deus, peça que Ele os abençoe. Mas tenha coragem de repetir: que não seja como eu quero, Senhor, mas como Tu queres.

Nós temos boas companhias para este caminho do cumprimento da vontade de Deus, nosso Anjo da Guarda. Confie-se hoje a este Guardião Divino que está sempre ao nosso lado. Também peça perdão a Deus pelas vezes que ouviu, mas, não escutou o apelo de Deus.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
assim como era no princípio, agora e sempre.
Amém
.