Evangelho do Dia: Qual convite de Jesus você recebeu hoje?

Agora você pode acompanhar em nosso portal o Evangelho Meditado. Esta é uma iniciativa das Irmãs de Jesus Misericordioso, que visam evangelizar e auxiliar os cristãos a desenvolverem uma maior familiaridade e intimidade com a Palavra do Senhor.

Não deixe de compartilhar com os seus amigos!

Evangelho Meditado | Terça-feira 06.10


Qual convite de Jesus você recebeu hoje?

Nesta terça-feira, 06 de outubro, você é convidado a refletir hoje o Evangelho de São Lucas 10,38-42.

Este Evangelho fala sobre duas irmãs: Marta e Maria. Sobre essas duas irmãs podemos refletir que cada uma delas, a seu modo, estava esperando Jesus.

Não sabemos se Jesus avisou-as que iria chegar e com isso Marta não conseguiu preparar tudo, ou se Jesus chegou de repente, e por isso ela estava tão preocupada.

Hoje, convido vocês a pensar um pouco sobre este momento.

Foto: iStock

As duas irmãs esperavam por Jesus. Ele quis entrar na casa delas e quis estar com elas. Veja como as vezes recebemos Jesus de diferentes maneiras.

Também quero convidar você para observar se isso acontece na sua família, comunidade, Igreja. Como estamos esperando por Jesus? No momento em que a Santa Missa está sendo celebrada, como esperamos Jesus que está para chegar? Vamos observar como estamos agindo.

No Evangelho, Jesus não fala para Marta que ela não está fazendo bem, mas, sim, que ela se preocupa com muitas coisas.

Convido você a pegar um papel e escrever quais coisas estão preocupando você hoje. O que está incomodando? O que está difícil? Então, convide Jesus a visitar estas áreas. Assim como conseguiu fazer Maria. Ela deixou tudo de lado para estar somente com Jesus.

Não sabemos o que Maria estava fazendo antes de Jesus chegar, encontramos Maria no momento em que ela vê Jesus, mas o que ela estava fazendo antes nós não sabemos.

O aprendizado que temos com Maria é que precisamos acalmar o nosso coração. E é isso que Jesus quer mostrar para Marta. Muitas vezes é necessário parar por um momento. É isso o que temos que aprender hoje.

Sobre a atitude de Maria, também aprendemos que não necessariamente eu preciso estar diante de Jesus fisicamente e o tempo todo. Mas, sim, que Ele precisa estar presente no meu coração.

Dentro de cada um de nós existem estas duas irmãs do Evangelho, e nós precisamos aprender a discernir. Maria escolheu a boa parte e esta não lhe será tirada.

Que o Espírito Santo nos conduza a realizar a tarefa de hoje (escrevendo o que incomoda) e entregar tudo para Deus.

Temos a tendência de dizer que tudo é difícil, tudo é ruim. Mas quando se generaliza desta maneira se perde a essência. É importante entender tudo o que sentimos a respeito do nosso trabalho, em nossa casa, na Igreja. Leve a Deus e pergunte o que você deve fazer com tudo isso.

Peçamos que Deus abra o nosso coração para ouvirmos e compreendermos o que Ele quer de nós.

 

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
assim como era no princípio, agora e sempre.
Amém
.