Saiba tudo sobre o filme de Santa Faustina: Amor e Misericórdia

Você já conhece o filme Amor e Misericórdia? A obra polonesa é um docudrama sobre a vida interior de Helena Kowalska e seus fascinantes encontros com Deus Misericordioso. Lançada em 2019, foi dirigida pelo polonês Michal Kondrat e já alcançou uma bilheteria mundial de US$ 3,4 milhões. O filme é um sucesso, assim como O Diário de Santa Faustina, que foi traduzido do polonês para mais de 20 idiomas e tornou-se um dos livros religiosos mais lidos no mundo.

Distribuída pela “Lança Filmes”, com divulgação da “Kolbe Arte Produções”, especialista em conteúdos católicos, o documentário já está disponível no Brasil, para levar a todos essa história incrível de fé, compaixão e devoção. Em “Amor e Misericórdia: Faustina“, são revelados fatos anteriormente desconhecidos e documentos recentemente divulgados que lançam uma nova luz sobre a verdade da mensagem da Divina Misericórdia e da imagem de Jesus Misericordioso. 

O longa-metragem retrata em detalhes a primeira visão de Santa Faustina, que aconteceu em 22 de fevereiro de 1931, na Casa da Congregação, em Plock, onde Jesus pediu que pintasse a Sua imagem de acordo ao que ela havia enxergado, junto com a frase e oração “Jesus, eu confio em Vós!”. Por não saber pintar, Faustina solicitou ajuda das irmãs de seu convento, contudo não recebeu nenhum auxílio. 

Verdadeiramente, Faustina viu Jesus e é chamada por todos como a “secretária” da misericórdia, uma vez que, por meio dos seus escritos relatou as aparições de Jesus que prometia grandes graças e misericordiosas bênçãos.

Sob a orientação da Irmã, a pintura de Eugeniusz Kazimirowski foi a primeira imagem de Jesus Misericordioso, realizada no primeiro semestre de 1934. A obra também aborda a pesquisa científica, que aponta características faciais, idênticas, de Cristo na imagem da Divina Misericórdia, e no Sudário de Turim. 

Após pintada, a imagem foi exposta em veneração pública em 1935, no Santuário de Ostra Brama. Atualmente, a imagem original encontra-se no Santuário da Divina Misericórdia, em Vilnius, na Lituânia.  

No filme, Santa Faustina é interpretada pela atriz polonesa Kamila Kaminska, que diz ter vivido uma verdadeira experiência de fé com o papel da santa. “Em certo momento, parei de me concentrar em Santa Faustina e comecei a experimentar a presença, o amor e a confiança de Deus”, fala.

Conhecido diretor de filmes religiosos, Michal Kondrat também dirigiu outro documentário-drama de sucesso no Brasil, o filme “As Duas Coroas” sobre a vida do Santo Padre Maksymilian Kolbe. Desde 2013, ele dirige a empresa polonesa KONDRAT-MEDIA, que produz e distribui filmes focados nos valores cristãos. Atualmente, Kondrat vive em Nova York e está trabalhando no roteiro de um novo documentário sobre almas. Em nota para o site do filme, Michal falou sobre sua experiência em dirigir Amor e Misericórdia:

“Não planejei essa produção. Trabalhei na documentação do longa-metragem polonês-americano “Mercy” – sobre Santa Faustina, Abençoada Sopoćko e Misericórdia Divina – que deve ser lançado em 2020. No entanto, durante a coleta de materiais e a busca perspicaz de vários arquivos, deparei-me com documentos cuja descoberta esclarecerá os espectadores sobre a Divina Misericórdia. Agora você poderá ver quantos elementos se encaixam e como Deus orquestrou lindamente tudo isso. Não posso revelar muito, mas posso dizer que “Amor e Misericórdia: Faustina” não será mais um dos meus filmes. Vai ser muito mais que isso. O que experimentei durante as filmagens de “Amor e Misericórdia” confirma minha crença de que Deus cuidará da conclusão desta importante produção. Ele pode usar sua ajuda, também. Esta produção é criada graças ao envolvimento de muitas pessoas. Posso dizer com certeza que terá a chance de mover o coração mais endurecido.”, fala. 

Serviço

O filme está disponível para todas as regiões do Brasil. Para assistir, você terá que acessar a plataforma amoremisericordia.com.br e escolher a opção “alugue e assista agora”. Você será direcionado para a plataforma de pagamentos, lá pode escolher entre cartão ou boleto bancário.

A misericórdia divina também pode ser contemplada em outros gestos. Em época de pandemia, toda ajuda é bem-vinda. Nem todos poderão alugar o filme Amor e Misericórdia: Faustina para assistir no aconchego dos seus lares, com suas famílias, mas alguns poderão sentir uma pequena, mas importante parcela de apoio daqueles que fizerem a locação deste filme em sua principal plataforma, o site: amoresmiericordiafilme.com.br.

Isso mesmo! O filme de Santa Faustina, a Santa polonesa denominada secretária da Misericórdia, pode além de evangelizar, usar das obras de misericórdia para ajudar os irmãos em situação de rua. A cada aluguel do filme, R$2,00 serão repassados à pastoral coordenada pelo Padre Júlio Lancelotti, muito conhecido pelo seu árduo trabalho e posicionamento com as minorias. 

Levando em consideração não somente as obras de misericórdia espirituais que o próprio filme já traz consigo, como instruir, aconselhar, consolar, confortar, perdoar, suportar com paciência e rogar pelos vivos e pelos mortos, mas também os atos concretos, as chamadas obras de misericórdia corporais: dar de comer a quem tem fome; dar de beber a quem tem sede; vestir os nus; dar abrigo aos peregrinos; assistir aos enfermos; visitar os presos, foi que a equipe do filme achou por bem destinar parte das arrecadações para uma séria instituição.

Fica aqui a nossa recomendação e o desejo de que a Misericórdia Divina faça morada na sua vida!