Sustento para a vida e a alma

Testemunho

“Eu fui uma pessoa dependente química, e eu não conhecia a Igreja Católica, essa beleza do Santuário. Eu usava droga aqui na frente e entra para pedir comida, levar comida para casa, mas não imaginava que aqui dentro vive Jesus. Eu entrava como se fosse a qualquer lugar. Eu não sabia a grandeza de tudo isso.

E foi um tempo que vive assim, até que com ajuda entrei numa comunidade católica para tratamento e lá conheci Jesus. Depois que eu sai dessa casa de recuperação eu comecei a frequentar o Santuário, participar das Missas e das celebrações do Grupo de Oração.

Aqui eu comecei a me abastecer. Eu vi a grandeza desse lugar, eu entrava aqui e não dava valor nenhum. Eu pensava: ‘Meu Deus todos esses anos perdidos, e Jesus aqui tão pertinho de mim’. E Eu tive vontade de fazer algo a mais para Jesus. Eu fui acolhido com muito amor pelos responsáveis aqui da igreja, fiz uma formação para ser Servo da Misericórdia e fazer a acolhida nos dias de Grupo. Vai fazer oito anos que eu estou na acolhida.

Assim começou a minha história aqui no Santuário. Sempre ajudei como voluntário nas festas e em alguns serviços de manutenção, até que um dia eu recebi o convite para ser colaborador do Santuário da Divina Misericórdia. Foi uma alegria, pois naquela época eu pagava aluguel.

Na graça de Deus hoje fazem 5 anos que eu sou registrado aqui, mas frequento desde o final de 2007. Pela providencia de Divina aqui dentro eu conheci a minha esposa, nós casamos aqui no Santuário, vai completar 5 anos.

Foi aqui dentro que Deus agiu na minha vida. Por consequência do uso de drogas o meu braço ficou paralisado. E nesse lugar tão abençoado, num momento do Grupo do Passeio com o Santíssimo eu recebi a minha cura.

Deus me via entrando aqui com um saco de lixo nas costas, pedindo comida, nem conhecia Jesus, mas Deus olhava a miséria da minha alma e Ele já tinha esse propósito para a minha vida.

Ele me trouxe aqui no Santuário, e hoje eu tenho o sustento para a minha alma (servindo a Ele e também pela Eucaristia) e o sustento da minha família pelo trabalho.

Eu louvo a Deus por este lugar, por ter conhecido Jesus e fazer parte do Santuário da Divina Misericórdia, onde também sirvo como Ministro Extraordinário da Sagrada Comunhão.

Essas mãos que ficaram 13 anos manejando as drogas, Deus me deu a graça de hoje levar Jesus Eucarístico para as pessoas, para os doentes. Essa é uma obra muito grande que Deus fez na minha vida. Eu me emociono porque muitas pessoas falavam que eu não era ninguém, mas esse Jesus cuidava de mim e zelava por mim durante todos esses anos que eu sofri nas drogas, para estar aqui hoje contando a minha história.”

João Paulo da Silva


Se você tem um testemunho e deseja que ele seja publicado aqui no site também escreva para jornalismo@divinamisericordia.com.br