Testemunho: Bênçãos da Divina Misericórdia

Em 1997, depois que Charlie Bolcer pediu a mão da sua futura esposa Linda, ambos oraram separadamente para perguntar ao Senhor exatamente quando deveriam se casar.

“Separadamente, tivemos a inspiração de que deveríamos nos casar na véspera da Divina Misericórdia [domingo]”, disse Linda. Ela não percebeu então, mas essa “coincidência” era um sinal de bênçãos que estavam por vir.

 

Misericórdia Divina que salva um casamento

Naquela época, o irmão mais novo de Linda e sua esposa, grávida, haviam se separado. “Eles eram inconciliáveis”, disse Linda. “Meu irmão disse que não havia como voltar para ela. Com isso o meu coração estava partido, porque minha cunhada estava grávida.”

Linda e Charlie decidiram rezar a Novena da Divina Misericórdia pela reconciliação deles. Então, eles começaram a novena na Sexta-feira Santa e terminaram no sábado, dia do casamento.

A recepção do casamento terminou à meia-noite. Na manhã seguinte, Linda e Charlie acordaram às 4 da manhã e embarcaram em um ônibus de Cranford, Nova Jersey, onde vivem, para o Santuário Nacional da Divina Misericórdia em Stockbridge, Massachusetts. Lá, eles celebraram o Domingo da Divina Misericórdia.

Mais tarde, no mesmo mês, Linda e Charlie visitaram sua família. “Estávamos à mesa jantando, e meu irmão veio até mim e ao meu marido e disse: ‘Preciso pedir um grande favor a você. Quero que você me acompanhe enquanto vou me reconciliar com minha esposa'”, lembrou Linda.

Após esse pedido, Linda se lembra de ter visto o marido Charlie começar a chorar. “Foi incrível ver as orações respondidas, no mesmo mês em que rezamos a novena”, disse Linda. “Eles se reconciliaram e desde então são profundamente devotados à Divina Misericórdia.”

 

Misericórdia Divina que cura o câncer

Alguns meses depois, Linda foi diagnosticada com câncer de mama. “Descobri mais tarde que era o estágio 4”, contou Linda. “Mas eu estava tão em paz. Eu nunca chorei, nunca derramei uma lágrima. Eu sabia em meu coração que o Senhor me curaria.”

A consulta de Linda com seu cirurgião estava programada para ser dentro de um mês. Embora Linda estivesse confiante de que o Senhor a curaria, todas as manhãs daquele mês, Linda pediu ao Senhor que falasse com ela através das Escrituras. “Toda vez que eu abria minha Bíblia, era tudo sobre cura, durante um mês”, disse Linda.

Embora Deus nem sempre conceda a graça da cura física, Ele o fez no caso dela. Em ação de graças, Linda decidiu fazer peregrinações anuais a um Santuário Mariano. Por três vezes, ela e o marido foram à Basílica de Nossa Senhora de Guadalupe, na Cidade do México.

“No primeiro ano em que fomos, antes de partirmos para o México, meu marido fez uma biópsia de pele”, disse Linda. O médico disse a Charlie que era cancerígeno e que, se ele valorizasse sua vida, voltaria para o tratamento em breve.

Charlie disse: “Fiquei muito em paz porque sabíamos da mensagem de Nossa Senhora a São Juan Diego: ‘Nada tema. Você não está debaixo da minha sombra e sob o meu cuidado?’. Fui dormir em paz. E não me preocupei. ”

O médico fez uma biópsia quando Charlie voltou. “E, claro, ele estava bem. Ele nem precisou de tratamento”, disse Linda.

 

Misericórdia Divina que salva vida

Alguns anos depois, Linda deu a seu irmão mais novo uma imagem da Divina Misericórdia, que ela havia tocada na sepultura de Santa Faustina na Polônia.

“Então, alguns anos depois, não sei em que ano, havia uma colega de trabalho da minha cunhada que estava morrendo”, disse Linda. “O meu irmão visitou a senhora doente e ofereceu essa imagem à família da mulher. E ela foi curada! Mais tarde, minha cunhada colocou essa mulher no telefone porque queria se encontrar comigo apenas para agradecer. Eu disse: ‘Não, não. Agradeça ao Senhor e faça o que puder para espalhar a mensagem da Divina Misericórdia.'”

 

Fonte: Divine Mercy