Vou enviar um anjo que vá à tua frente

Festa do Anjo da Guarda: 2 de outubro

 

A leitura orante da Bíblia é um alimento necessário para a nossa vida espiritual. A partir desta prática, aprendemos a se deixar envolver pelo plano amoroso e libertador de Deus.

 

Lectio Divina

∙ Em um lugar silencioso, acalme-se, e peça que a Luz do Espírito Santo ilumine tua mente e coração, para bem acolher a Palavra de Deus.

. Procure na Bíblia o Livro do Êxodo 23,20-23.

1 – Leitura (Lectio)

Leia e releia a passagem bíblica.

Os Anjos são mensageiros de Deus, possuem um encargo, uma função, por isso, são chamados de anjos. Sua natureza é espirito. Os anjos não possuem corpo como os seres humanos, são anjos por aquilo que fazem e espírito por aquilo que são. Nós não os vemos materialmente, mas sentimos. São criaturas puramente espirituais, dotadas de inteligência, vontade e imortalidade.[1] Quando nascemos ganhamos um anjo como companheiro, que nos acompanhará durante toda a vida. Eles sempre estão ao nosso lado, para nos defender e nos indicar o caminho de Deus. Quando morremos eles terminam sua missão e permanecem à disposição de Deus.

2 – Ruminação (Ruminatio)

“Vou enviar um anjo que vá à tua frente, que te guarde… conduza. Respeita-o e ouve a sua voz… não seja rebelde…”

Em seu interior repita pausadamente: “eu tenho um anjo como amigo, guardião, defensor, companheiro, conselheiro…”, “eu estou andando nos bons caminhos que meu anjo me diz através da minha consciência? Estou permitindo ao meu anjo me ajudar, ou meus inimigos e adversários estão me derrotando?” Reflita sobre isso, ou melhor, rumine.

3 – Oração (Oratio)

Nossa amiga Santa Faustina Maria do Santíssimo Sacramento escreveu em seu Diário: “Todos os Anjos e homens saíram das entranhas da Vossa Misericórdia” (Diário, 651), pois “pela Vossa insondável Misericórdia chamais à existência as criaturas… criastes os espíritos angélicos e os admitistes ao Vosso amor, à Vossa divina intimidade” (Diário, 1741).

Em sua vida Santa Faustina compreendeu que toda perfeição que existe no mundo, é fruto da Misericórdia Divina, para os filhos de Deus, inclusive os anjos da guarda, que estão ao nosso favor. Por eles, ela tinha especial carinho, devoção e intimidade.[2] “Este espírito não me abandona por um momento sequer, acompanha-me por toda a parte” (Diário, 471).

Nosso Anjo da Guarda nos inspira boas ações e intenções, nos guia retamente na busca da virtude e ideais de santidade, enfim nos conduz ao céu!

Faça a oração de agradecimento ao seu Anjo da Guarda, por nunca te abandonar:

“Meu Santo Anjo da Guarda
Tu que me foste dado por Deus
como companheiro de toda a minha vida,
salva-me para a eternidade e cumpre
a tua obrigação para comigo,
a qual te foi imposta pelo Deus do Amor.

Sacode-me na tibieza
e livra-me da minha fraqueza.
Preserva-me de qualquer caminho
e pensamento errado.

Abre-me os olhos para Deus e para a cruz.
Fecha-me, no entanto, os meus ouvidos
às inspirações do inimigo maligno.

Vela sobre mim
enquanto durmo, e fortifica-me durante
o dia para o cumprimento do dever
e para cada sacrifício.

Deixa-me ser, um dia, a tua alegria
e a tua recompensa no Céu
Assim seja!”[3]

4 – Contemplação (Contemplatio)

 Contemplar a grandeza da misericórdia de Deus que está ao nosso favor, nos transforma de errantes e medrosos, em testemunhas da vida de Deus para o mundo. Guiados e protegidos pelo nosso Anjo da Guarda, exclamaremos: “Seja glorificada a misericórdia de Deus!”

 


[1] Conf. CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA, § 328-329, Edições Loyola, SP, BRASIL, 2000.

[2] Conferir, DIÁRIO de Santa Faustina, 20, 334, 412, 490, 522, 630, 635, 667, 683, 706, 820, 1049, 1174, 1202, 12,71, 1332, 1339, 1553, 1676, 1677, 1741, 1742, 1791, 1804. Editora Apostolado da Misericórdia, Curitiba-PR. 2016.

[3] Pesquisa em: pt.aleteia.org/2019/05/09/uma-especial-oracao-ao-anjo-da-guarda/

 


 

Pe. Gabriel Maria Mãe da Misericórdia, FGMC – Mosteiro da Divina Misericórdia
Para a Revista Divina Misericórdia, Ed. 68