10 ensinamentos de Santa Faustina sobre a Eucaristia

A presença real do Senhor no Santíssimo Sacramento é destacada pela Igreja Católica há vários séculos, assim como também se incentiva o amor a este grande milagre de Deus.
A seguir, confira 10 ensinamentos de Santa Faustina sobre a Eucaristia, retiradas de seu Diário – A Misericórdia Divina na minha alma:

 

1. Tenho medo do dia no qual não tenho a santa Comunhão. Esse Pão dos fortes me dá toda a energia para levar adiante essa obra e tenho coragem de cumprir tudo o que o Senhor exige. A coragem e a força que estão em mim não me pertencem, mas sim Àquele que mora em mim — a Eucaristia. (Diário, 91);

2. Quando voltei para casa, entrei “no pequeno Jesus”, prostrei-me no solo diante do Santíssimo Sacramento e disse ao Senhor: “Farei tudo o que estiver ao meu alcance, mas peço-Vos: ficai sempre comigo e dai-me forças para cumprir a Vossa santa vontade, porque Vós podeis tudo, e eu, por mim mesma, nada posso” (154);

3. Minha filha, não faltes à Comunhão, a não ser quando tiveres a certeza de que pecaste gravemente; afora isso, não permitas que nenhuma dúvida impeça a tua união Comigo no Meu mistério de amor. As tuas pequenas faltas desaparecerão no Meu amor como uma palha jogada num grande braseiro. Fica sabendo que muito Me entristeces quando Me abandonas na santa Comunhão. (Jesus para Santa Faustina – Diário, 156);

4. Durante a santa Comunhão, a alegria inundou a minha alma. Sentia que estou estreitamente unida com a Divindade; a Sua onipotência envolveu todo o meu ser. Ao longo do dia senti a proximidade de Deus de uma maneira especial e, embora as obrigações, durante todo este tempo, não me permitissem ir por um momento sequer à capela, não houve momento em que eu não estivesse unida com Deus. (347);

5. Quando recebo a santa Comunhão, peço e suplico ao Salvador que cure a minha língua, para que eu nunca ofenda o amor ao próximo. (590);

6. Toda a minha força está em Vós, Pão vivo. Seria difícil para mim viver um dia sem comungar. Vós sois o meu escudo; sem Vós, Jesus, não sei viver. (814);

7. Quando recebi a santa Comunhão, não sei como, sentia-me impelida a fazer uma oração e comecei a rezar desta maneira: “Ó Jesus, que Vosso Sangue puro e saudável circule no meu organismo doente, e que o Vosso Corpo puro e saudável transforme o meu corpo doente, e que pulse em mim uma vida saudável e vigorosa, se realmente for da Vossa santa vontade”. (1089);

8. Ó Jesus-Eucaristia, ó Deus imortal, que permaneceis continuamente em meu coração. Quando Vós estais comigo, a própria morte não pode me prejudicar. O amor me diz que Vos verei ao fim da vida. (1393);

9. Toda a força da minha alma provém do Santíssimo Sacramento. Passo todos os momentos livres dialogando com Ele. Ele é o meu Mestre. (1404);

10. Adora o Meu Coração, que está cheio de misericórdia no Santíssimo Sacramento. Se não puderes ir à capela, recolhe-te em oração onde estiveres, ainda que seja por um breve momento. (Jesus para Santa Faustina – Diário, 1572).

 


 Diário de Santa Faustina Kowalska, publicado no Brasil com exclusividade pela Editora Apostolado da Divina Misericórdia, é uma das obras mais conhecidas pelos católicos em todo o mundo.

 

Fale conosco

  • Fone: (41) 3148-3200
  • Whatsapp: (41) 99749-7227

Loja Santuário