Somente em Deus se encontra a verdadeira felicidade

O Chamado à Bondade e à Santidade

 

Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e com toda a tua alma e com todas as suas forças.
(Deuteronômio 6: 5)

O amor é um mistério que transforma tudo o que toca em coisas
belas e agradáveis a Deus. O amor de Deus torna a alma livre“.
(Diário de Santa Maria Faustina Kowalska, 890)

 

O primeiro nível da vocação é o chamado à bondade e à santidade. Quando você vive esta parte de sua vocação ao máximo, você pode experimentar a verdadeira felicidade cristã. O chamado para amar a Deus é o primeiro de todos os mandamentos. Ele não é apenas seu Criador, aquele a quem todas as coisas devem sua existência. Ele é seu Pai, Salvador e Redentor. O Catecismo da Igreja Católica afirma:

O desejo por Deus está escrito no coração humano, porque o homem é criado por Deus. Somente em Deus ele encontrará a verdade e a felicidade que nunca deixa de procurar: A dignidade do homem repousa sobretudo no fato de que ele é chamado à comunhão com Deus. Este convite para conversar com Deus é dirigido ao homem assim que ele surge. Pois se o homem existe é porque Deus o criou através do amor, e através do amor continua a mantê-lo em existência. Ele não pode viver plenamente de acordo com a verdade, a menos que ele livremente reconheça esse amor e se confie ao seu criador (27).

Por fim, você florescerá e encontrará a felicidade quando responder à graça do Espírito Santo. Por esta graça você será direcionado para a sua origem final e fim último – Deus.

 

Aqui estão algumas perguntas e pontos a serem considerados ao avaliar quão bem você está vivendo seu chamado para a bondade e a santidade:

 

  • Você é complacente em seu amor por Deus? Ou seja, você reconhece que o amor verdadeiro nunca diz que alguém amou o suficiente, mas deseja mais e mais a cada dia amar a Deus e ser amado por Ele?
  • Você se torna excessivamente correto, concentrando-se demais no que está fazendo ou não fazendo, em vez de se concentrar no que Ele está fazendo e em como Ele manifesta Seu amor a você?
  • Você se volta para prazeres superficiais ou outras distrações para trazer conforto quando está triste ou sobrecarregado? Ou você se abre para que o amor Dele seja consolo, conforto e refúgio em tempos de sofrimento e problemas?
  • Se todo relacionamento é sustentado pela conversa, quão frequente é a sua conversa com Deus como seu pai?

 

Refletindo sobre estas questões, é importante manter em sua mente e coração que nosso Deus é Amor (veja 1Jo 4: 8), e a razão pela qual você pode confiar nEle e encontrar nEle sua satisfação é porque você é criado para Ele.  Então, o que quer que esteja acontecendo em sua vida – seja bom ou ruim – Ele está trabalhando para o bem daqueles que O amam (veja Rm 8:28). Busque-o e você encontrará o que está procurando.

 

Fonte: Padres Marianos, EUA.