Cada Comunhão é uma oportunidade de cura, explica Padre Anchieta

Imagens: Arquivo / Santuário da Divina Misericórdia


O Pároco do Santuário da Divina Misericórdia, Padre Francisco Anchieta, MIC, meditou ao final da Santa Missa de domingo (26), sobre a disposição de cada católico em participar da Santa Missa e receber a cura e libertação do Senhor. O sacerdote também convidou os fiéis a refletirem sobre as atitudes que os atrapalham de realizar a vontade de Deus.

Sejamos zelosos, não permitamos dar lugar em nossa vida a tudo que atrapalha a nossa relação com Deus. E isso só é possível pela própria ação de Deus, a Sua Misericórdia agindo em nós”, orientou.

Padre Anchieta explicou que, às vezes, cada um tem seus “pecados de estimação”, e pode ser difícil deixa-los de lado. Mas para a Misericórdia de Deus, nada é impossível. Basta que seja entregue a Deus tudo o que possa atrapalhar os projetos que Ele tem para Seus filhos.

“Jesus não se contenta em dar-nos apenas o seu Espírito. Ele vem ao nosso encontro mais uma vez e pode nos libertar. O que em sua vida tem sido tropeço? O que tem atrapalhado a experiência de Deus?”

A cada Santa Missa, “Jesus vem ao nosso encontro, toda vez que participamos da Eucaristia Ele quer e Ele pode nos curar e libertar”, afirma o Padre.

“Nós temos a oportunidade agora de pedir que Jesus nos liberte e restaure. Que cada experiência com a Eucaristia seja uma oportunidade de cura. Não espere o anúncio de uma Missa de Cura e Libertação, faça de cada Missa e de cada Eucaristia uma oportunidade de cura e libertação para a sua vida”.

Encerrando a sua mensagem o Pároco pediu que os fiéis se abram à cura do Senhor. “Toda vez que participamos da Eucaristia, Jesus vem ao nosso encontro. É pela Comunhão”.



Acompanhe as nossas redes sociais


Facebook: Santuário Misericórdia


YouTube: Santuário Divina Misericórdia Oficial


Santuário da Divina Misericórdia
Estrada do Ganchinho, 570 – Umbará, Curitiba-PR.
Contato: (41) 3148-3200 | Whatsapp: (41) 99763-9796

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *