“Deus está perto” destaca o Papa Francisco

(Foto: Vatican News/Vatican Media)

O Papa Francisco não presidiu a Santa Missa, neste domingo (24), por conta de uma dolorosa ciatalgia. Porém, a homilia preparada por ele foi lida pelo presidente do Pontifício Conselho para a Nova Evangelização, Dom Rino Fisichella. “O tempo é realizado e o reino de Deus está próximo”(Mc 1:15). “Deus está perto”, evidencia o Papa. Segundo o Santo Padre, Deus não está distante, “o tempo de distância acabou quando Jesus se tornou homem”. O Pontífice afirma que deve-se acreditar e anunciar que Deus se aproximou e que todos foram perdoados pela sua misericórdia. “Diante de todas as nossas palavras sobre Deus há sua Palavra para nós, que continua a nos dizer: ‘Não tenha medo, estou com você. Estou perto de você e estarei perto de você’”. Após Jesus dizer que está próximo, Ele fala de conversão. De acordo com o Papa Francisco, aqueles que descobrem a Palavra de Deus, entendem que a vida não é o momento de olhar para si mesmo, mas para conhecer e proteger os outros.

“Assim, a Palavra, semeada no chão de nossos corações, nos leva a semear a esperança através da proximidade. Assim como Deus faz conosco”. O Pontífice diz que a Palavra afeta cada um de forma particular e direta. Jesus disse aos discípulos: “Venham atrás de mim, farei de vocês pescadores de homens”. Jesus não disse “Venham através de mim que farei de vocês apóstolos”. O Papa imagina que se Jesus tivesse dito isso, Pedro e André não teriam aceitado ir com Jesus.  “Assim, o Senhor faz conosco: ele nos procura onde estamos, nos ama como somos e acompanha pacientemente nossos passos. Como aqueles pescadores, ele nos espera nas margens da vida. Com sua palavra ele quer que mudemos de curso, porque paramos de viver e tomamos as profundezas atrás dele”, destaca o Santo Padre.

A Palavra nos aproxima de Deus: não vamos mantê-la longe. Nós sempre carregamos conosco, em nossos bolsos, no telefone; vamos dar-lhe um lugar digno em nossas casas. Colocamos o Evangelho em um lugar onde nos lembramos de abri-lo diariamente, talvez no início e no final do dia, de modo que entre tantas palavras que chegam aos nossos ouvidos vem ao coração algum verso da Palavra de Deus“.

Papa Francisco

O Papa finaliza pedindo aos fiéis que busquem intimidade com a Palavra de Deus. O Pontífice pede que os fiéis desliguem as televisões/celulares e abram a Bíblia.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *