Movimento SOS Vila Torres já distribuiu mais de 15 mil cestas básicas

 (Foto: Divulgação/SOS Vila Torres)

O Movimento SOS Vila Torres já distribuiu mais de 15 mil cestas básicas para as famílias em vulnerabilidade social, durante o período do coronavírus. O projeto começou em março, deste ano, com o intuito de auxiliar as pessoas da Vila Torres no combate a covid-19. Os religiosos Maristas, Jesuítas, Bernardinas, Vicentinas, Franciscanos e Redentoristas com a Associação de Moradores da Vila e as equipes do Posto de Saúde da região atuam na ação.

Durante a pandemia, foram distribuídas mais de 15 mil cestas básicas, 16 mil frascos de álcool em gel e 12 mil máscaras para as famílias na Vila Torres, Caximba, Icaraí, Ganchinho e outros bairros. Além das doações, o movimento também promove a capacitação dos moradores da região. Os professores das instituições envolvidas realizam cursos para formação profissional.

O projeto tem organizado passeatas para conscientizar a população sobre a covid-19. Desde março, foram realizadas 10 passeatas. Já no último final de semana, os moradores dos bairros Ganchinho e Vila Osternack receberam máscaras e frascos de álcool em gel. Em torno de 3 mil pessoas foram alcançadas com a ação. Um dos organizadores do movimento, Pe. Joaquim Parron, afirma que o projeto busca promover a dignidade das pessoas mais carentes da capital paranaense.  “Temos muitos trabalhadores informais e catadores de papel, que estão entre os mais atingidos pela crise gerada pela pandemia. Por isso nossa missão é promover a dignidade das pessoas diante da calamidade do coronavírus. Muitas pessoas dessas regiões vivem na informalidade e os trabalhos ficaram muito escassos. Os carrinheiros, por exemplo, que recolhem materiais recicláveis, tiveram uma redução drástica de trabalho por causa da diminuição do movimento do comércio” segundo o religioso.

O movimento está arrecadando doações de alimentos, máscaras de proteção, produtos de higiene e também brinquedos novos ou usados. Os interessados em doar, podem entrar em contato pelo telefone (41) 99963-2350. 

 (Foto: Divulgação/SOS Vila Torres)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *