“Não roubemos as novas gerações de esperança por um futuro melhor” afirma o Papa Francisco

(Foto: Nico Wall/Pixabay)

O Papa Francisco participou da Cúpula Virtual de Ambição Climática 2020, organizada pelas Nações Unidas, Grã-Bretanha e França, neste final de semana. O Pontífice afirma que a pandemia e as mudanças climáticas não têm uma relevância ambiental somente, mas também ética, social, política e econômica. Sendo assim, o Santo Padre encoraja a promover a responsabilidade do compromisso coletivo e solidário, uma cultura do cuidado que coloca a dignidade humana e o bem comum no centro. A Santa Sé tem dois planos para reduzir as emissões líquidas a zero.

O Estado do Vaticano se comprometeu a reduzir as emissões líquidas a zero até 2050. O intuito é intensificar os esforços de gestão ambiental que já estão em vigor há alguns anos. O objetivo é o uso racional de recursos naturais como água e energia, mobilidade sustentável, reflorestamento e economia circular na gestão de resíduos.  O segundo ponto é promover a ecologia integral. “Medidas políticas e técnicas devem estar ligadas a um processo educativo que promova um modelo cultural de desenvolvimento e sustentabilidade focado na fraternidade e na aliança entre o ser humano e o meio ambiente”. “Chegou a hora de mudar de curso. Não roubemos as novas gerações de esperança por um futuro melhor” evidencia o Pontífice. 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *