Papa afirma que não há crise que apague a luz do Natal

(Foto: Vatican News/Vatican Media)

O Papa Francisco recitou o Angelus aos fiéis da janela do escritório do Palácio Apostólico do Vaticano, na Praça de São Pedro, no último domingo (06). O Evangelho deste final de semana apresenta a figura de João Batista. A leitura deste domingo foi um convite a preparação para a chegada do Menino Jesus. O Santo Padre afirma que esta jornada de fé é uma jornada de conversão. “O que significa a palavra ‘conversão’? Na Bíblia, significa acima de tudo mudar de direção e orientação; e, portanto, também mudar a maneira de pensar. Converter-se, na vida moral e espiritual, significa passar do mal ao bem, do pecado ao amor de Deus” explica o Pontífice.

De acordo com o Papa, a conversão envolve a dor pelos pecados cometidos, o desejo de libertar e excluir os pecados para sempre. Para isso acontecer, o conselho do Papa é a rejeição da mentalidade humana, a excessiva estima do prazer e dos confortos. Um exemplo de alguém que se desprendeu das superficialidades foi João Batista. “O exemplo desse desprendimento vem-nos mais uma vez do Evangelho de hoje na figura de João Batista: um homem austero que renuncia ao supérfluo e busca o essencial. Aqui está o primeiro aspecto da conversão: desapego do pecado e do mundanismo” acredita o Papa. Segundo o Santo Padre, o abandono da mentalidade humana não é um fim em si mesmo, mas visa alcançar o Reino de Deus.

Em primeiro lugar, lembre-se de que a conversão é uma graça: ninguém pode se converter com sua própria força

Papa Francisco

O Papa afirma que a conversão é uma graça. Dessa forma, “é uma graça que o Senhor te dá e, portanto, para pedir a Deus com força, pedir a Deus que nos converta, que possamos nos converter verdadeiramente” relembra o Pontífice. Por fim, o Santo Padre pediu a intercessão da Imaculada Conceição, festa comemorada nesta terça-feira (08), para ajudar no desapego do pecado e do mundanismo.


Após o Angelus, o Papa saudou os que estavam presentes e aqueles que estavam “conectados através da mídia”. Ele conta que a árvore de natal foi montada na praça e que o presépio está em construção. O Santo Padre afirma que são sinais de esperança, principalmente neste momento difícil. Porém, ele destaca que os fiéis não podem se esquecer do sentido do natal que é Jesus. “Procuremos não nos deter no sinal, mas ir ao sentido, isto é, a Jesus, ao amor de Deus que Ele nos revelou, ir à infinita bondade que Ele fez brilhar no mundo” evidencia o Pontífice. Ele ainda salienta que não há pandemia, não há crise que possa apagar essa luz. Ele finaliza dizendo aos fiéis que abram o coração e estendam as mãos para aqueles que mais necessitam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *