Nossa Mãe de Guadalupe: Pedimos! Obtivemos! Agora queremos agradecer!

Monstruoso, catastrófico, o pior da história do planeta: assim foi descrito o furacão Patrícia quando se dirigia à costa mexicana do Pacífico.

E não eram ignorantes alarmistas que diziam: eram os maiores especialistas do assunto no mundo, os funcionários do Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos e os da Organização Meteorológica Mundial.

Imagem do furacão Patrícia feita da Estação Espacial Internacional

De fato, segundo a escala Saffir-Simpson, o furacão mais destruidor é o de categoria 5, que tem ventos superiores a 240 quilômetros por hora e potencial para arrancar árvores inteiras, despedaçar casas e fazer veículos voarem. Acontece que os ventos de Patrícia ultrapassavam 300 quilômetros por hora e suas rajadas iam além dos 400 km/hora! Se existisse uma categoria 6, Patrícia a teria alcançado e talvez até superado. A única comparação possível a ser feita era entre Patrícia e o tufão Haiyan, que matou mais de 6 mil pessoas nas Filipinas em 2013.

Sequência de imagens mostra a movimentação do furacão Ptricia nesta sexta-feira (23) (Foto: NOAA)

A proximidade desse monstro fez o México se preparar com todas as precauções ao alcance, acionando todos os protocolos de emergência e atraindo os olhares do mundo inteiro para os meios de comunicação, a fim de acompanhar o avanço intimidador do fenômeno meteorológico descomunal.

Ameaçador, o gigantesco furacão se aproxima do México

Mas muita gente não se limitou a ficar olhando: foi impressionante a rapidez com que se multiplicaram pelas redes sociais as mensagens de solidariedade e as ofertas e pedidos de oração pelo México – e não só em páginas católicas mexicanas e internacionais, mas em muitas páginas laicas ou de outras crenças, que até publicavam orações especialmente escritas para suplicar a poderosa intervenção de Deus e a intercessão de Santa Maria de Guadalupe.

Bem disse a Santíssima Virgem à Juan Diego, em Guadalupe: “Escute, meu filho, não há nada que temer, não fique preocupado nem assustado”(…) “Não estou eu aqui, a seu lado? Eu sou a sua Mãe dadivosa. Acaso não o escolhi para mim e o tomei aos meus cuidados? Que deseja mais do que isto?”

orac3a7c3a3o-de-gratidc3a3o-a-maria-de-guadalupe (1)

Agradeçamos a Virgem por essa disposição de salvar os seus filhos com Sua doce intercessão.

Oração de agradecimento a Nossa Senhora de Guadalupe

Virgem Maria de Guadalupe,
Mãe do verdadeiro Deus, por quem se vive!

Em São João Diego, o menor dos teus filhos,
Tu dizes hoje aos povos da América Latina:
“Não estou aqui eu, que sou tua Mãe?
Não estás sob a minha sombra?
Não estás, por ventura, em meu regaço?”

Vim a ti para pedir-te ajuda e recebi;
vim pedir-te amor e o encontrei.

E hoje venho agradecer-te,
do mais profundo do meu coração,
pelos favores, ajudas e proteção
que encontrei e que todo dia encontro em ti.

Obrigado, minha Mãe, Virgem Guadalupana,
Mãe de todos os mexicanos! (e de todos, todos nós!)

Obrigado por me receberes como teu filho,
obrigado por atenderes minhas súplicas,
obrigado por tornares a minha vida melhor,
obrigado por intercederes por mim!

Obrigado, minha Mãe! Obrigado!

Oración de agradecimiento a la Virgen de Guadalupe

Virgen María de Guadalupe,
Madre del verdadero Dios por quien se vive.

En San Juan Diego, el más pequeño de tus hijos,
Tú dices hoy a los pueblos de América Latina:
¿No estoy yo aquí que soy tu Madre?
¿No estás bajo mi sombra?
¿No estás por ventura en mi regazo?

Vine a ti a pedirte ayuda y la recibí,
Vine a pedirte amor y lo encontré.

Y vengo hoy a agradecerte
desde lo más profundo de mi corazón
los favores, ayudas y la protección
que encontré y que cada día sigo encontrando en Ti.

Gracias, Madre Mía, Virgen Guadalupana,
Madre de todos los mexicanos.

Gracias por recibirme como hijo tuyo,
gracias por atender mis súplicas,
gracias por hacer mi vida mejor,
gracias por inteceder por mí.

Gracias, gracias, Madre mía.

com Fidespress e aleteia

2 thoughts on “Nossa Mãe de Guadalupe: Pedimos! Obtivemos! Agora queremos agradecer!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *