Tecnologia ajuda na identificação de casos da covid-19 e ajuda mais de 100 mil pessoas

Uma inteligência artificial ajuda na identificação de casos de covid-19, atendendo mais de 100 mil pessoas. O projeto ajudou a poupar R$ 4 milhões às instituições de saúde. A tecnologia já foi utilizada por mais de 111 mil brasileiros. A inteligência artificial foi desenvolvida pela Startup Laura e está funcionando em 25 instituições, sendo 18 prefeituras e 7 hospitais. A tecnologia permite avaliar pacientes com suspeita de coronavírus. A triagem é realizada no meio virtual e o Robô Laura P.A Digital faz o monitoramento via WhatsApp, verificando a evolução do quadro clínico e encaminhando os casos mais graves para o hospital.

“A inteligência artificial ajuda, principalmente, as pessoas na resolução das dúvidas e questões sobre os sintomas da covid”, afirma o cofundador da Startup Laura, Cristian Rocha. Além disso, assim que a Laura identifica um paciente de risco, ela encaminha para uma plataforma de triagem. Dessa forma, o paciente pode realizar um teleatendimento ou ir a um hospital. “A inteligência artificial facilita em dar a informação para o paciente em segundos e facilita também para o contato médico, para que ele tenha suporte o mais rápido possível”, salienta o CEO, Cristian Rocha.

A ferramenta está presente em 10 estados do Brasil. Nos últimos 8 meses, o projeto atendeu 111.175 pessoas, gerando 558 mil interações. Além disso, o sistema emitiu 73.058 alertas, em que 56% apresentavam sinais graves e dessa forma, foram encaminhados para o atendimento médico. 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *