Andrea Bocelli cantou pela família

O templo expiatório da Sagrada Família acolheu, no dia 28 de maio, o concerto do tenor italiano Andrea Bocelli, que desta maneira começou a sua turnê mundial chamada “O grande Mistério: O Evangelho da família, escola de humanidade para os nossos tempos”, organizado pelo Pontifício Conselho para a Família e que posteriormente seria realizado na Califórnia (Estados Unidos), Canadá e Polônia.

O concerto contou com a colaboração da Orquestra Sinfônica de Vallés, a violinista ucraniana Anastasiya Petryshak e o Coral Polifônico de Puig-reig.

O tenor italiano declarou: “Me sinto privilegiado pela fé e afirmou que também é “um dever preciso para cada um ser testemunha “ativas e alegres da mensagem cristã e divulgá-la tanto quanto seja possível através do exemplo”.

Bocelli recordou: “A interpretação ou a escuta de música sacra pode ser uma forma de oração”. E sobre a família, tema principal de sua excursão, afirmou: “Ela é o principal pilar da sociedade, é a insubstituível escola dos afetos, a instituição crucial para a expressão e a transmissão dos valores cristãos”.

Dom Vincenzo Paglia, presidente do Pontifício Conselho para a Família, não compareceu ao concerto como estava previsto, mas enviou o Pe. Andrea Ciucci da diocese de Milão como seu representante.

“O amor entre o homem e a mulher são imagem da sua Igreja, o Grande Mistério”. Este também é o título da excursão de Bocelli, comentou o Pe. Ciucci.

O Cardeal Lluìs Martínez Sistach, arcebispo de Barcelona, que esteve presente no concerto afirmou por sua parte: “A família surge do matrimônio e é um bem incomparável para o bem-estar da pessoa e da sociedade humana”.

Bocelli também fará uma apresentação da sua turnê “O grande mistério” no Encontro Mundial das Famílias na cidade de Filadélfia, Estados Unidos.

fonte: ACI

ANDREA-BOCELLIAndrea Bocelli é tenor, compositor e produtor musical italiano. Vencedor de cinco BRIT Awards e três Grammys, Bocelli gravou quatro óperas completas, além de vários álbuns clássicos e populares.

Quando Bocelli tinha doze anos, enquanto jogava futebol, foi atingido na cabeça, e perdeu definitivamente a visão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *