Brasileira que cantou para o Papa, é a nova participante do The Voice Brasil

A cantora Larissa Viana, se apresentou no reality show “The Voice Brasil” e agradou os quatro jurados que viraram juntos suas cadeiras e na disputa para ser o técnico vocal da jovem. Após sua apresentação, Larissa afirma “eu sou católica”.

A artista, que escolheu fazer parte do time de Lulu Santos, foi criada na Igreja Católica desde pequena e, antes de conquistar os jurados do programa televisivo, já havia se apresentado ao mundo em 2013, ao subir no palco da Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro, quando cantou para o Papa Francisco.

Diante de Lulu Santo, Ivete Sangalo, Michel Teló e Carlinhos Brown, Larissa contou que é católica e viaja pelo Brasil cantado música católica e evangelizando. “Eu canto também música popular, porque acredito na beleza da música. Acho que a gente, que é artista, precisa ser muito fiel ao que é belo e que transforma a vida das pessoas”.

A apresentação da jovem logo repercutiu nas redes sociais. “Que alegria!”, expressou a cantora em suas redes sociais. “Ter as quatro cadeiras viradas assim tão rápido foi muito legal! Só que mais especial do que estar naquele palco, na frente de pessoas que tanto admiro e fazendo o que mais amo, é receber esse carinho todo de vocês”, afirmou, ao agradecer a todos.

Em uma recente entrevista ao programa “Alegrai-vos” da Rádio Aliança FM, contou que a sua relação com a música católica existe desde sempre. “Eu me entendi artista a partir da minha relação com a música católica”, indicou a jovem que iniciou os estudos de canto aos 9 anos e logo começou a cantar em ministérios de música.

Entre as várias pessoas que acompanham Larissa nessa caminha, está a cantora católica Ziza Fernandes. E foi após um encontro entre as duas em Petrópolis, que Larissa foi convidada para participar da Jornada Mundial da Juventude de 2013, no Rio de Janeiro. Na época, Ziza Fernandes era diretora musical dos atos centrais da JMJ e convidou Larissa para cantar ‘Panis Angelicus’ na Missa de abertura, na Praia de Copacabana. Porém, ela acabou cantando cinco canções, incluindo o ‘Salve Regina’ na vigília de oração e a participação na Missa de Envio, presidida pelo Papa Francisco.

A relação de Larissa com a Jornada Mundial da Juventude voltou a se estreitar neste ano, quando participou da gravação da versão em português do hino oficial da JMJ Panamá 2019. “A gravação do Hino JMJ foi uma experiência maravilhosa e muito leve de comunhão, partilha e entrega de todos nós que estávamos ali”, expressou Larissa em sua página de Facebook na época da gravação do hino, acrescentando que “isso é ser igreja! Isso é JMJ!”

Fonte: Acidigital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *