Cardeal Dolan pede que a Igreja acolha a nova minoria: os fiéis que vivem em santidade

O Cardeal Timothy Dolan, Arcebispo de Nova York, escreveu uma carta em que pede que a Igreja acolha aos fiéis que se sentem uma minoria não só no mundo mas dentro da própria Igreja. São os matrimônios que confiam em Cristo apesar de sofrer crises, os que recebem o presente de ter muitos filhos, os noivos que decidem não viver juntos até o matrimônio, os gays e lésbicas que querem ser castos, as mães que renunciam a uma carreira profissional para cuidar dos filhos.  Segue abaixo o conteúdo integral da carta:
A nova minoria, por Cardeal Timothy Dolan, arcebispo de Nueva York:
“A inclusão tem sido um inovador e consistente tema do Sínodo [sobre a família]. A Igreja, nossa família espiritual, acolhe a todo o mundo, especialmente aqueles que se sentem excluídos. Entre estes, do que ouvi dos observadores e Padres sinodais, estão os solteiros, aqueles que são atraídos pelo mesmo sexo, os divorciados, os viúvos, os imigrantes que acabaram de chegar a um novo país, as pessoas com deficiência, os confinados as minorias étnico-raciais. A Igreja é uma família que ama a todos e os acolhe em suas necessidades.
É possível eu sugerir que há uma nova minoria no mundo e inclusive na Igreja? Estou pensando naqueles que, confiando na Graça e Misericórdia de Deus, se esforçam para viver na virtude e na fidelidade: casais que,  – dado o fato de que, somente na América do Norte, apenas metade dos casais acedem ao sacramento do matrimônio – se aproximam da Igreja para o sacramento; casais que, inspirados pelo ensinamento da Igreja, afirmam que o matrimônio é para sempre, e perseveram em duras provas; casais que recebem o Dom divino de ter vários filhos; homem e mulher jovens que optam por não viver juntos antes do matrimônio; um gay ou uma lésbica que querem viver em castidade; um casal que decidiu que ela vai desistir de uma carreira promissora para ficar em casa e criar seus filhos. – Essas maravilhosas pessoas muitas vezes se sentem como uma minoria em seu ambiente cultural, sim, – porém, às vezes, até mesmo dentro da Igreja!
Penso que há muito mais pessoas nestas situações do que pensamos, mas, dada a enorme pressão dos nossos tempos, muitas vezes eles se sentem excluídos.
De onde podem receber apoio e incentivo? Da TV? Das revistas ou jornais? Dos filmes? Dos espetáculos como os da Broadway? De seus colegas? Não!
Eles buscam na Igreja,  nos buscam para dar-lhes ânimo, apoio, a calorosa experiência de se sentir parte de uma comunidade. E nós [Igreja] não podemos decepcioná-los!”
fonte:Website pessoal do Cardeal Dolan, Arcebispo de Nova York, disp. em

 

Um comentário em “Cardeal Dolan pede que a Igreja acolha a nova minoria: os fiéis que vivem em santidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *