Conselho dos Médicos reconhece milagre atribuido ao Fundador dos Padres Marianos

A Congregação para Causa dos Santos comunicou na última quinta-feira, 17 de setembro de 2015, que o Conselho dos Médicos anunciou ao final da devida investigação que o milagre atribuído à intercessão do Fundador dos Padres Marianos ‒ Padre Estanislau Papczyński ‒ é inexplicável pela ciência.

O processo de canonização do Padre Papczyński (1631-1701) seguirá, portanto, para as etapas posteriores.

Agradecemos de coração as orações dos devotos e pedimos que continuem a rezar conosco.

Deus seja bendito pela sua misericórdia para com a Congregação dos Padres Marianos da Imaculada Conceição de Maria.

Quem é o Padre Papczyński

MarymontO Fundador dos Marianos nasceu no dia 18.05.1631 numa antiga aldeia (Podegrodzie) no sul da Polônia. Era o mais jovem dentre oito irmãos, e no seu batismo recebeu o nome de João.

Seu pai – Tomás – aliava as tarefas do campo ao pesado trabalho de ferreiro. Depois se tornaria magistrado da sua aldeia e administrador dos bens paroquiais. Sua mãe – Sofia – se distinguia pela devoção a Nossa Senhora e a Sant’Ana, bem como pela caridade para com os necessitados.

João obteve a educação primeiramente na escola paroquial de Podegrodzie, a seguir no colégio dos escolápios em Podoliniec e com os jesuítas em três outras cidades. A educação recebida favoreceu nele o crescimento do amor ao Santíssimo Sacramento e a Maria.

Sua permanência no colégio dos escolápios permitiu-lhe também perceber a beleza do apostolado do sacerdote – particularmente como mestre e educador da juventude carente. Sente o chamado para o sacerdócio, e por isso ingressa nos escolápios. Em 1654 é aceito no noviciado e recebe o nome religioso de Estanislau de Jesus e Maria. Dois anos depois professa os votos religiosos, e são desta época os seus mais antigos escritos (o “Primeiro Testamento”), nos quais expressa sua gratidão a Deus por todos os benefícios recebidos. Atua nesse tempo como professor de retórica (arte de falar bem) com todo ardor, revelando grande talento oratório e literário. Recebe a Ordenação presbiteral em 1661 das mãos do Bispo Estanislau Sarnowski.

Transferido para Varsóvia alguns anos depois, o Padre Estanislau escreve a obra “Introdução à Rainha das Artes” (Prodromus Reginae Artium), fruto do seu ensino. Nessa obra ele apresenta os princípios da retórica ilustrados com bons exemplos, demonstrando boa cultura humana e teológica. Um dos seus primeiros sermões, o “Louvor à Mãe de Deus, a Virgem Maria”, chegou até nós. Com seu zelo apostólico acompanhou também a irmandade de Nossa Senhora das Graças. Das suas conferências espirituais para os escolápios nascerá entre 1677 e 1682 a “Inspeção do coração” (Inspectio cordis), uma série de profundas meditações bíblicas. São ainda de sua autoria os valiosos escritos: “Templo místico de Deus” (para os leigos) e “Norma de vida”(primeiras Regras).

Os valores intelectuais e morais do Padre Estanislau chamaram a atenção de muitas pessoas eminentes. O núncio apostólico na Polônia, D. Antonio Pignatelli (1660-1668), futuro Papa Inocêncio XII (1691-1700), escolheu o Padre Estanislau como seu confessor e diretor espiritual. Atuou também com muito empenho na causa de beatificação do Fundador dos escolápios, Padre José Calasans.

Como na vida de todo discípulo, Padre Estanislau teve de experimentar o sofrimento. Enormes foram as dificuldades dentro de sua comunidade por causa da sua fidelidade às constituições religiosas. Neste clima hostil escreveu “O Orador Crucificado” e “Cristo Sofredor”, uma coleção de reflexões a respeito da Paixão salvadora de Cristo, fonte de inspiração para aquele momento.

O Senhor lhe preparava uma nova estrada a percorrer. Havia inspirado em seu coração o desejo de fundar uma comunidade religiosa que se dedicasse ao culto da Imaculada Conceição de Maria, que socorresse as almas do purgatório com sufrágios e que se empenhasse no trabalho apostólico, particularmente na educação da fé. A comunidade dos Marianos “foi moldada em minha mente pelo Divino Espírito”, dirá anos mais tarde (em Fundatio domus recollectionis).

Depois de obter a dispensa dos votos nos escolápios (1670) e vestir o hábito branco em honra da Imaculada (1671), funda o primeiro convento dos Marianos na “Floresta de Korabiew”, aprovado por um decreto do Bispo Jacinto Swiecicki, no dia 24/10/1673, data considerada como a fundação dos Padres Marianos, a primeira congregação masculina da Polônia e a primeira no mundo dedicada à Imaculada Conceição, dogma que seria proclamado oficialmente pela Igreja somente em 1854.

Um dos seus maiores desafios foi o de obter a aprovação oficial dos Padres Marianos. Não foi fácil, pois ao chegar em Roma (1691) o Papa Alexandre VIII veio a falecer. A saúde piora, volta à Polônia, mas em 1699 consegue a aprovação da Ordem dos Padres Marianos das mãos do Papa Inocêncio XII, que lhes entrega a “Regra das Dez Virtudes da S. V. Maria”.

No dia 17 de setembro de 1701, por fim, o Padre Estanislau falece, tendo oferecido seu sofrimento pelas almas do purgatório e após receber os últimos sacramentos do primeiro sacerdote ordenado na Ordem, o Pe. José de Todos os Santos.

Séculos depois, no dia 16.09.2007, o Cardeal Tarcisio Bertone, em nome do Papa Bento XVI, declarou o Padre Estanislau  Bem-Aventurado, passo importante rumo à sua canonização.

Novena para alcançar graças pela intercessão do Bem-Aventurado Pe. Estanislau Papczyński

benedict-rokosz2Ao iniciar a novena, tomar consciência da intenção da graça que se deseja alcançar, manifestando disposição em aceitar a vontade de Deus.

Primeiro dia

O Todo-Poderoso fez em mim maravilhas (Lc 1,48)

Senhor, Deus Onipotente, pelos méritos do vosso servo Padre Estanislau, que se dedicou com grande zelo, na Ordem por ele fundada, à difusão da devoção à Imaculada Conceição da Mãe do vosso Filho, concedei-nos a graça de glorificar-Vos incessantemente pelas maravilhas que operastes nos Vossos santos e permiti-nos viver em estado de profunda amizade Convosco e de castidade sem mancha.

Oração por uma graça especial

Deus, nosso Pai, que na Vossa inefável Providência nos destes o Padre Estanislau como um intercessor eficaz junto de Vós, dignai-Vos conceder-me (conceder-nos) por sua intercessão a graça (dizer o favor que se suplica), que humildemente Vos peço (pedimos) e fazei com que, a seu exemplo, cumpra (cumpramos) fielmente a Vossa santíssima vontade. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amém.

Pai-Nosso … Ave-Maria … Glória ao Pai …

Oração pela canonização do Bem-Aventurado Estanislau Papczyński

Ó Santíssima e Indivisa Trindade, que habitais nos corações dos vossos servos fiéis e os premiais com a glória celeste, nós Vos pedimos que concedais ao Beato Estanislau, o qual, inspirado pelo mistério da Imaculada Conceição da Virgem Maria, produziu frutos abundantes de santidade e contribuiu para a vinda e consolidação do Reino de Deus nos corações dos homens, a graça de ser reconhecido como santo pela Igreja. Por Nosso Senhor Jesus Cristo que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amém.

Segundo dia

A Sua misericórdia se estende de geração em geração (Lc 1, 50)

Deus, Justo Juiz, pelos méritos do vosso servo Padre Estanislau, que com grande generosidade e de diversos modos ofereceu sufrágios pelos defuntos sujeitos à purificação do Purgatório, fazei com que o imitemos zelosamente no cumprimento desta sublime obra de misericórdia, especialmente para com os defuntos que nos são caros e para com aqueles que mais precisam do nosso auxílio espiritual.

Oração por uma graça especial

Pai Nosso … Ave Maria … Glória ao Pai …

Oração pela canonização do Beato Estanislau Papczyński

Terceiro dia

Manifestou o poder do Seu braço e dispersou os soberbos (Lc 1, 51)

Jesus, nosso Salvador e nosso Mestre, pelos méritos do Vosso Servo Estanislau, que não desperdiçou nenhuma ocasião para anunciar a Palavra de Deus e para prestar auxílio espiritual àqueles que se encontravam privados de cuidado pastoral, concedei-nos a graça de atrair outras pessoas para Deus através da palavra e do nosso testemunho de santidade.

Oração por uma graça especial

Pai Nosso … Ave Maria … Glória ao Pai …

Oração pela canonização do Beato Estanislau Papczyński

Quarto dia

Derrubou os poderosos de seus tronos e exaltou os humildes (Lc 1, 52)

Espírito Santo, pelos méritos do Vosso servo Padre Estanislau, que durante toda a sua vida defendeu com firmeza a fé católica e demonstrou prontidão em professá-la até ao martírio, aumentai a nossa fé e concedei-nos a graça de professá-la corajosamente em todas as circunstâncias da nossa vida.

Oração por uma graça especial

Pai Nosso … Ave Maria … Glória ao Pai …

Oração pela canonização do Beato Estanislau Papczyński

Quinto dia

Aos famintos encheu de bens e aos ricos despediu de mãos vazias (Lc 1, 53)

Deus, nosso Pai, pelos méritos do Vosso servo Padre Estanislau,  que, confiando na solicitude da Vossa Providência, apesar dos numerosos obstáculos, sob a Vossa inspiração, fundou e consolidou a Congregação da Imaculada Conceição da Beatíssima Virgem Maria, concedei-nos a graça de nos distinguirmos por uma inquebrantável confiança na Vossa onipotência, bondade e fidelidade, especialmente quando nos conduzis por caminhos espinhosos em direção às magníficas promessas do Vosso amor.

Oração por uma graça especial

Pai Nosso … Ave Maria … Glória ao Pai …

Oração pela canonização do Beato Estanislau Papczyński

Sexto dia

Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia (Mt 5, 7)

Deus, Pai de Misericórdia, pelos méritos do Vosso servo Estanislau, que manifestava eloquentemente o seu amor para convosco na prática quotidiana e generosa das obras de misericórdia, concedei-nos a graça de o podermos imitar sempre e generosamente na prática do amor para com os nossos irmãos.

Oração por uma graça especial

Pai Nosso … Ave Maria … Glória ao Pai …

Oração pela canonização do Beato Estanislau Papczyński

Sétimo dia

Quem vos escuta, a mim escuta (Lc 10, 16)

Senhor, Deus fiel, pelos méritos do Vosso servo Estanislau, que modelou toda a sua vida e todas as suas obras na filial submissão ao Sucessor de São Pedro, concedei-nos a graça de permanecermos fiéis a Deus, à Cruz e ao Evangelho, através da nossa perfeita obediência à Igreja.

Oração por uma graça especial

Pai Nosso … Ave Maria … Glória ao Pai …

Oração pela canonização do Beato Estanislau Papczyński

Oitavo dia

Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o Reino dos Céus (Mt 5, 3)

Senhor, Deus de amor, pelos méritos do Vosso servo Estanislau, que optou livremente por uma vida austera e mortificada numa suprema pobreza, a fim de poder entregar-se a Vós com todo o seu coração e com toda a sua alma, concedei-nos a graça de resistir com firmeza à ganância e aos prazeres pecaminosos, caminhando em direção à liberdade de espírito na vossa verdade e no vosso amor.

Oração por uma graça especial

Pai Nosso … Ave Maria … Glória ao Pai …

Oração pela canonização do Beato Estanislau Papczyński

Nono dia

Coragem, sou Eu, não temais (Mt 14, 27)

Deus, de quem todas as coisas provêm e para quem tudo retorna, pelos méritos do Vosso servo Estanislau, que com o exemplo da sua vida se tornou para nós modelo de total abandono à Vossa Divina Providência, concedei-nos a graça de depositarmos confiadamente nas Vossas mãos misericordiosas o nosso passado e o nosso futuro, e toda a nossa vida, deixando-nos conduzir por Vós, ao longo do caminho evangélico, até à Vossa morada celeste.

Oração por uma graça especial

Pai Nosso … Ave Maria … Glória ao Pai …

Oração pela canonização do Bem-Aventurado Estanislau Papczyński

Nota: Recomenda-se completar esta oração com o Sacramento da Reconciliação e com a Sagrada Comunhão.

Se você alcançar alguma graça por intercessão de um dos Beatos ou Servos de Deus da Congregação dos Marianos, por favor escreva para:

Pe. Mateus Jastrzębski, MIC – Vice-Postulador

Rua Âncora, 107, Cocotá, Ilha do Governador

CEP 21910-340 – Rio de Janeiro-RJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *