Curso para vida consagrada encerra com a passagem dos religiosos pela Porta Santa

Num momento de reflexão, para que as palavras penetrem no íntimo de cada religioso presente, teve início a última etapa do evento das lideranças da vida consagrada, a Celebração da Misericórdia.

Dom João Aviz, reforçou em sua mensagem o pedido do Papa Francisco, que a Igreja se volte aos pequenos, “onde existe um rosto machucado é o próprio Jesus. Devemos agir com generosidade, a nossa salvação depende desse passo. Que o Senhor nos ajude, a partir desse encontro, a ter um coração que se volta aos pequeninos”.

CRB-VIDA-RELIGIOSA-CONSAGRADA-CURSO-DE-LIDERANÇA-CARDEAL-DOM-JOÃO-BRAZ-DE-AVIZ-ANO-SANTO-SANTUÁRIO-DA-DIVINA-MISERICÓRDIA-5-2

Após já terem passado por um mutirão de confissões, os consagrados seguiram em uma caminhada penitencial até a Igreja da Divina Misericórdia em duas filas. Tendo a cruz à frente e cantando “que mais podia eu ter feito? Que mais podia eu te dar?”, os consagrados passaram pela Porta Santa e completaram as obrigações para conseguir as Indulgências.

CRB-VIDA-RELIGIOSA-CONSAGRADA-CURSO-DE-LIDERANÇA-CARDEAL-DOM-JOÃO-BRAZ-DE-AVIZ-ANO-SANTO-SANTUÁRIO-DA-DIVINA-MISERICÓRDIA-9-2

Com todos os religiosos reunidos na Igreja, teve continuidade a Celebração e o grupo de irmãos religiosos pode acender suas velas no Círio Pascal. Dom João rezou: “Senhor, Jesus Cristo, nós vos agradecemos por esta luz ter chegado até nós. Agradecemos por estes dois dias cheios de luz que o Senhor pode nos agraciar. Abençoai nosso partir e fortalecei cada um de nós para que trabalhem para o reino”.

Na bênção final Dom Aviz intercedeu para que todos possam viver uma vida consagrada juntos e unidos em todas as necessidades. “Que o Espírito Santo nos ilumine e nos dê forças para viver em comunhão. Que a Igreja se una em torno do Evangelho, do Concílio Vaticano II, dos fundadores e bispos”, pediu.

O presidente regional da CRB, Irmão Pedro João Wolter, agradeceu em nome de toda a coordenação pelo encontro ter acontecido com grande êxito. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *