Daniel Godri Jr. na Festa da Misericórdia 2019

O palestrante Daniel Godri Jr. utilizou o evangelho de São João na sua reflexão desta tarde na Festa da Divina Misericórdia, em Curitiba.

“Jesus, porém, foi para o Monte das Oliveiras. E pela manhã cedo tornou para o templo, e todo o povo vinha ter com ele, e, assentando-se, os ensinava. E os escribas e fariseus trouxeram-lhe uma mulher apanhada em adultério; E, pondo-a no meio, disseram-lhe: Mestre, esta mulher foi apanhada, no próprio ato, adulterando. E na lei nos mandou Moisés que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes? Isto diziam eles, tentando-o, para que tivessem de que o acusar. Mas Jesus, inclinando-se, escrevia com o dedo na terra. E, como insistissem, perguntando-lhe, endireitou-se, e disse-lhes: Aquele que de entre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela”. (João 8,1-7)

Daniel destacou como as pessoas são rápidas no julgamento e lentos para perdoar. Aquelas pessoas, recordou, estavam esperando a resposta de Jesus para que pudessem apedrejar aquela mulher pecadora, mas Jesus reverteu aquela situação dizendo “quem não tem pecado que atire a primeira pedra” e ali ficou apenas Jesus e a mulher para a qual Ele disse: “vai em paz e não tornes a pecar”.

Jesus veio para nos trazer a misericórdia

“Jesus não veio a este mundo para condenar os pecadores”, ressaltou Daniel, mas para nos dar a sua misericórdia, que é eterna. “O Diário de Santa Faustina nos diz que a misericórdia é o maior atributo de Deus”, lembrou. 

“Os mandamentos de Deus não são para nos proibir, mas para nos preservar, são um exemplo da sua misericórdia. O pecado pode te trazer prazer, mas ele te tira a paz. Uma pessoa com a consciência pesada não tem paz. A misericórdia de Deus quer devolver a nós a paz!”

O palestrante recordou ainda o episódio da vida de Santa Faustina em que ela, enfraquecida pela doença, tinha dificuldades com seu trabalho na cozinha. Não tinha forças para escorrer as batatas. Mas ela foi obediente e seguia em seu trabalho, mesmo derrubando as batatas. Queixando-se ao Senhor, ela ouviu: “De hoje em diante farás isso com grande facilidade. Fortalecerei as tuas forças” (Diário, 65). Deus transformou as batatas em flores, tornou suave o seu trabalho. “Deus torna suave aquilo que é pesado e que não suportamos mais”, declarou Daniel.

“Não confie nas próprias forças, ou você vai cair”, disse. Carregar nossos problemas com nossas próprias forças não é suficiente, vamos cair, mas se confiarmos na misericórdia de Deus nosso fardo se torna leve.  Daniel Godri Jr. encerrou sua pregação com as palavras de Jesus: “Se não venerarem a Minha misericórdia, perecerão por toda a eternidade” (Diário, 965).

por Gislaine Keizanoski

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *