Papa aos bispos, paróquias e mosteiros de toda Europa: acolham os refugiados

Campamento de refugiados - Crédito: Flickr Photo RNW.org Autor Javi Julio (CC BY-ND 2.0)

Apelo do Papa Francisco às paróquias, comunidades religiosas, mosteiros e santuários de toda a Europa

Nas palavras, antes da oração do Angelus deste domingo (06/09),  o Papa Francisco realizou um apelo à toda a Igreja na Europa, que “Cada paróquia, cada comunidade religiosa, cada mosteiro, cada santuário da Europa hospede uma família, começando da minha diocese de Roma”.

***

Queridos irmãos e irmãs,

A Misericórdia de Deus é reconhecido por meio de nossas obras, como nos testemunhou a vida da beata Madre Teresa de Calcutá, que ontem comemoramos o aniversário da morte.

Diante da tragédia de dezenas de milhares de refugiados que fogem da morte por causa da guerra e da fome, e estão a caminho rumo a uma esperança de vida, o Evangelho nos chama, nos pede para sermos “próximos”, dos mais pequenos e abandonados. A dar-lhes uma esperança real. Não só dizer: “Coragem, paciência …!”. A esperança cristã é combativa, com a tenacidade de quem vai a um destino seguro.

Portanto, nas imediações do Jubileu da Misericórdia, faço um apelo às paróquias, comunidades religiosas, aos mosteiros e santuários de toda a Europa para expressar a realidade do Evangelho e acolher uma família de refugiados. Um gesto concreto em preparação para o Ano Santo da Misericórdia.

Cada paróquia, cada comunidade religiosa, cada mosteiro, cada santuário da Europa hospede uma família, começando da minha diocese de Roma.

Dirijo-me a meus irmãos bispos da Europa, verdadeiros pastores, para que nas suas dioceses apoiem este meu apelo, recordando que a Misericórdia é o segundo nome do Amor: “Tudo o que fizestes a um só destes meus irmãos pequenos, o fizestes a mim” (Mt 25, 40).

Também as duas paróquias do Vaticano acolherão nestes dias duas famílias de refugiados.

fonte: Zenit

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *