Por que o Papa quis convocar o jubileu da misericórdia?

papa francisco sorriso

Ele mesmo responde…. Na entrevista concedida à revista francesa Paris Match, o Papa Francisco explicou as razões pelas quais decidiu convocar o Ano Santo ou Jubileu da Misericórdia, a ser realizado a partir do dia 8 de dezembro deste ano.

Durante o diálogo com a jornalista Caroline Pigozzi, o Santo Padre explicou: “Desde a época de Paulo VI, a Igreja tem um grande propósito em relação a misericórdia. Durante o pontificado de São João Paulo II, este propósito foi expresso com muito mais entusiasmo: com a encíclica “Rico em misericórdia”, a instituição da festa da Divina Misericórdia (celebrada no domingo depois de Páscoa), a canonização de Santa Faustina Kowalska (religiosa polonesa 1905-1938)”.

“Como prolongação destes fatos, refletindo na oração, pensei que seria muito bom proclamar um ano santo da misericórdia, o jubileu da misericórdia”, disse o Pontífice.

Em seguida, o Papa explicou as razões pelas quais os pais de Santa Teresa de Lisieux serão canonizados no próximo domingo, 18 de outubro, no contexto do Sínodo da Família. “Louis e Zélie Martin, os pais de Santa Teresa do Menino Jesus, são um casal de evangelizadores que, enquanto viviam, testemunharam a beleza da fé em Jesus. Dentro e fora do seu lar. Sabemos muito bem que a família Martin era acolhedora e que abriam suas portas e seu coração”.

“Então, nessa época, certa ética burguesa desprezava os pobres, e o casal, com seus cinco filhos, consagraram o seu tempo e o seu dinheiro a fim de ajudar os necessitados. Certamente são um exemplo de santidade e de vida conjugal”, assinalou o Santo Padre.

 

fonte: ACI

Um comentário em “Por que o Papa quis convocar o jubileu da misericórdia?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *