Papa Francisco relembra de Paulo VI e o chama de “Papa da modernidade”

Durante o Ângelus realizado na manhã do último domingo, 05/08, Papa Francisco ao falar para milhares de fiéis na Praça São Pedro, Francisco relembrou do Beato Paulo VI, que foi líder da Santa Igreja durante 15 anos. Nesta segunda se completa 40 anos que o Pontífice faleceu. Papa Francisco pediu que os fiéis dessem uma salva de palmas ao Beato que era o “Papa da Modernidade”.

“Há quarenta anos, o Beato Papa Paulo VI estava vivendo as suas últimas horas nesta terra. Morreu, de fato, na noite de 6 de agosto de 1978. Recordemos dele com muita veneração e gratidão, à espera da sua canonização, em 14 de outubro próximo”. Durante seu pontificado, criou cardeais como Karol Wojtyla, em 1967, e Joseph Ratzinger, em 1977, que depois se transformariam em seus sucessores, João Paulo II e Bento XVI, respectivamente.

O ano de 1978 é recordado como o ano dos três papas, pois depois da morte de Paulo VI, ocorreu o falecimento de João Paulo I, após apenas 33 dias de pontificado, em 28 de setembro, e a escolha posterior, em 16 de outubro de 1978, do agora santo João Paulo II.

Precisamente foi Bento XVI quem lhe outorgou em 2012 o título de Venerável Servo de Deus, primeiro passo para a santidade, e depois foi beatificado pelo Papa Francisco em 19 de outubro de 2014. Em outubro deste ano, Paulo VI será canonizado juntamente com Dom Óscar Romero, Arcebispo de San Salvador.

Veja também:

Há 40 anos, o mundo se despedia de Paulo VI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *